sexta-feira, 28 de maio de 2010

Desenvolvimento sustentável o grande desafio do século XXI


Google imagens

Com certeza, o desenvolvimento sustentável é um dos mais generosos ideais surgidos no século passado. Só comparável ao, bem mais antigo, anseio por justiça social. Ambos são valores fundamentais de nossa época, por exprimirem desejos coletivos enunciados pela humanidade ao lado da paz, da democracia, da liberdade e da igualdade. Mas também é uma noção nebulosa e ambígua, que precisa ser dissecada. Que exige exame minucioso dos argumentos científicos disponíveis sobre seus dois componentes: o substantivo desenvolvimento, e o adjetivo sustentável. Para, só depois, se poder interpretar o sentido histórico da junção política desses dois termos na formação do mágico binômio.
Os promotores das políticas ecológicas estão cobertos de razão. No médio prazo, o desenvolvimento deve ser adequado à ambição de que no longo prazo haja compatibilidade entre a humanidade, os recursos que ela consome e o efeito de suas atividades sobre o meio ambiente. Ninguém sabe ao certo como se deve fazer isso. Em que níveis de população, tecnologia, e consumo tais combinações se tornariam possíveis? Especialistas podem até dizer o que é imprescindível para que se evite uma crise irreversível. Mas o problema da sustentabilidade é tanto de ciência e tecnologia quanto político e social.

José Eli da Veiga

Nenhum comentário:

Postar um comentário