segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Mercado vê inflação de 4,94% em 2011

O mercado elevou mais uma vez seu prognóstico para a inflação brasileira em 2010, mas ajustou ligeiramente para baixo o cenário para 2011, segundo o relatório Focus divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira.
A estimativa para inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deste ano subiu pela segunda semana seguida, de 5,01 por cento na semana anterior para 5,05 por cento. Para 2011, a previsão caiu de 4,95 para 4,94 por cento.
A meta de inflação dos dois anos tem centro em 4,50 por cento e tolerância de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo.
A expectativa para a inflação nos próximos 12 meses aumentou para 5,15 por cento, contra 5,12 por cento antes.
O prognóstico para a Selic nos dois anos ficou estável em, respectivamente, 10,75 e 11,75 por cento.
A previsão para o crescimento econômico deste ano aumentou para 7,53 por cento, contra 7,47 por cento na semana passada. A expectativa para o ano que vem seguiu em expansão de 4,5 por cento.
O prognóstico para o câmbio foi mantido em 1,75 real neste ano, e para o próximo permaneceu em 1,80 real.
A projeção para o superávit da balança comercial em 2010 foi mantida em 15 bilhões de dólares, enquanto para 2011 subiu para 9,95 bilhões de dólares, contra 9,90 bilhões de dólares antes.

Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário