segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Dengue: 24 cidades brasileiras têm risco de surto, afirma ministério

O Ministério da Saúde afirmou nesta segunda-feira (6) que 24 cidades brasileiras correm risco de surto de dengue e outras 154 estão em alerta.
Segundo o ministério, 14 capitais estão em estado de alerta: Salvador, Palmas, Belém, Rio de Janeiro, Maceió, Recife, Natal, Goiânia, Cuiabá, Aracaju, Manaus, Boa Vista, Fortaleza e Vitória. Outras 10 apresentam índice satisfatório: Macapá, São Luís, Teresina, João Pessoa, Brasília, Campo Grande, Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte e São Paulo.
As cinco cidades com os maiores índices de infestação são Afogados da Ingazeira (PE), com 11,7; Ceará-Mirim (RN), com 11,4; Bezerros (PE), com 10,2; Itabuna (BA), com 9,1; e São Miguel (RN), com 8,5. Na lista das mais afetadas aparecem ainda Ilhéus (BA), com 6,3, e Governador Valadares (MG), com 5,4.
O Nordeste concentra o maior número de cidades com risco de surto (17), além de 42 em situação de alerta e 20 com índice de infestação satisfatório, incluindo as capitais São Luís, Teresina e João Pessoa.
O Norte tem quatro cidades em risco e 17 em alerta. Já no Sudeste, três municípios estão em risco e 76 em alerta, entre eles Rio de Janeiro e Vitória. No Centro-Oeste, 13 estão em alerta, incluindo Goiânia e Cuiabá, e nenhum apresenta risco de surto, assim como a região Sul, que tem seis cidades em alerta.
Nas cidades em risco de surto, mais de 4% das residências pesquisadas apresentaram presença de larvas do mosquito. No caso dos municípios em alerta (14 deles capitais), o índice de infestação varia entre 1% e 3,9%.
As informações fazem parte do Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), que analisou 370 municípios. O ministério espera a consolidação dos dados de outras 127 cidades.

Por isso neste verão tem que se previnir contra água acumulada para evitar a proliferação do Aedes aegypti

Nenhum comentário:

Postar um comentário