segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Lula não descarta nova candidatura a Presidente


"Não posso dizer que não porque sou vivo. Sou presidente de honra de um partido, sou um político nato, construí uma relação política extraordinária".
A declaração é do presidente Luis Inácio Lula da Silva, que na noite deste domingo (19), durante uma entrevista concedida a uma emissora de televisão anunciou sua disposição de se candidatar novamente ao cargo, que vai deixar em 1º de janeiro com um índice de aprovação superior a 80%.
Pela Constituição, ele não pôde disputar um terceiro mandato, por isso indicou sua ex-ministra Dilma.
"Mas vamos trabalhar para a Dilma fazer um bom governo e, quando chegar a hora certa, a gente vê o que vai acontecer", ressaltou o presidente.
O presidente Lula, de 65 anos, disse entretanto, durante a entrevista ao programa "É Notícia", da RedeTV, que por enquanto só pensa em descansar.
"Vou descansar. Tirar umas férias que não tiro há 30 anos. Uns dois meses num lugar onde eu não tenha que fazer nada, discutir política, fazer absolutamente nada".
No mesmo programa, Lula disse também que a crise do Senado, em 2009, foi tentativa de golpe da oposição e que apoiou José Sarney para manter "a institucionalidade". Sobre o mensalão, Lula voltou a dizer que, quando deixar a Presidência, vai "estudar um pouco o que aconteceu no período".



Nenhum comentário:

Postar um comentário