quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Governo adotará modelo de gestão do PAC em plano contra miséria


O governo vai aplicar o modelo de gestão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para organizar um plano de erradicação da miséria, promessa de campanha da presidente Dilma Rousseff, informou nesta quinta-feira a ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello.
"Vamos construir para esse programa um modelo de gestão como fizemos para o PAC, com metas claras", afirmou a ministra, sem falar em prazos, nem valores.

Segundo Tereza, o programa terá metas e instrumentos de controle semelhantes ao do PAC.

"Queremos ter condições de monitoramento de prestar contas para a sociedade e a imprensa sobre o andamento dessas metas", afirmou, após participar da reunião de quase quatro horas com a presidente Dilma e outros ministros, como Guido Mantega (Fazenda), Miriam Bechior (Planejamento) e Antonio Palocci (Casa Civil).

A ministra afirmou ainda que o programa será interministerial e, a exemplo do PAC, terá um comitê gestor no centro do governo coordenado por sua pasta.

Tereza Campello afirmou que a próximo passo será elaborar o desenho básico do plano e estabelecer as metas da redução da pobreza extrema. Segundo ela, iniciativas como o Bolsa Família farão parte do programa.

O modelo de gestão de PAC caracteriza-se pelo monitoramento passo a passo das ações por diversas áreas do governo e a divulgação quadrimestral dos resultados.

Em seu discurso de posse no Congresso, Dilma afirmou que "a luta mais obstinada" do seu governo será pela erradicação da pobreza extrema e a criação de oportunidades para todos.

Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário