quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Rendimento médio em 2010 é o maior desde 2003


O ano de 2010 apresentou a maior média do rendimento médio mensal habitualmente recebido no trabalho principal desde 2003, apontam dados da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada nesta quinta-feira pelo IBGE. A renda média atingiu o valor de R$ 1.490,61, um ganho de 3,8% em relação a 2009 (R$ 1.436,69) e 19,0% em relação a 2003 (R$ 1.252,48).
O rendimento médio em Porto Alegre em 2010 foi de R$ 1.447,00, menos do que a média nacional. Entre as Regiões Metropolitanas, é o terceiro maior, atrás de São Paulo e Rio de Janeiro. Em 2009, o valor do rendimento médio havia ficado em R$ 1.357,77.
Ainda de acordo com o IBGE, há disparidades entre os rendimentos de homens e mulheres. Em 2010, em média, as mulheres ganhavam em torno de 72,3% do rendimento recebido pelos homens, situação que não mudou significativamente desde 2003, quando esse percentual era de 70,8%.
De 2009 para 2010, os grupamentos de atividade apresentaram ganho no rendimento do trabalho, sendo que, em termos percentuais, os que mais aumentaram foram os que tinham os menores rendimentos. A construção registrou um aumentou de 10,9% de 2009 para 2010 e de 30,6% em relação a 2003. No serviço doméstico, foi observado ganho de 5,9% de 2009 para 2010. Em relação a 2003, este grupamento teve o maior aumento: 34,8%.
O rendimento domiciliar per capita aumentou 5,5% de 2009 (R$ 934,25) para 2010 (R$ 985,38), e 30,5% entre 2003 (R$ 754,93) e 2010

Zero Hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário