sábado, 12 de fevereiro de 2011

400 pessoas detidas em Argel


Aproximadamente 400 pessoas foram, este sábado, detidas pela polícia da capital argelina na sequência de uma tentativa de realização de uma marcha de protesto envolvendo milhares de pessoas contra o regime do presidente Abdelaziz Bouteflika.
Segundo a chefe da liga argelina de defesa dos direitos humanos, Ali Yahia Abdenour, as manifestações foram impedidas pelos 28 mil polícias destacados para evitar os protestos nas ruas da capital tendo sido detidas pelo menos 400 pessoas, entre as quais mulheres e jornalistas.
A organização responsável pela convocação da marcha de protesto falou em 10 mil pessoas presentes nas manifestações na Praça 1. º de Maio em Argel, no entanto, a polícia assegurou que os manifestantes não ultrapassassem as 1500.


A Bola PT

Nenhum comentário:

Postar um comentário