sábado, 12 de fevereiro de 2011

Após Egito, população toma ruas da Argélia para protestar contra governo


Depois do Egito, a capital da Argélia virou palco de manifestantes que reivindicam mudança de regime do país, neste sábado.
Um forte esquema policial precisou ser montado em Argel para impedir a movimentação dos protestantes, porém, segundo a agência de notícias France Presse, cerca de 2 mil pessoas forçaram a barreira e conseguiram marchar em direção à Praça do Mártires.
Os manifestantes fazem uma caminhada e gritam palavras de críticas ao presidente Abdelazaz Bouteflika. Eles exigem maior liberdade no país e melhores condições de vida.
Caso o protesto na Argélia tome grandes proporções, pode causar impacto na economia mundial já que o país se destaca na esportação de petróleo e gás.
Na noite desta sexta-feira, uma multidão foi às ruas do país para festejar a queda de Hosni Mubarak, que renunciou à presidência do Egito. Diante disso, a polícia precisou intervir para organizar o alvoroço.

SRZD

Nenhum comentário:

Postar um comentário