quinta-feira, 17 de março de 2011

Brasil quer relação de igual para igual com EUA: Diz Ministro


O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, afirmou hoje (17) que a visita ao Brasil do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, no próximo fim de semana deve representar, sobretudo, o estabelecimento de um novo patamar nas relações entre os dois países. Ele disse que o Brasil quer uma relação de igual para igual, sem confrontação.
"O Brasil quer uma relação de igual para igual. As circunstâncias no mundo de hoje favorecem isso", afirmou o chanceler. "O Brasil se consolidou como democracia", acrescentou, lembrando que as fontes renováveis no Brasil são 45% da matriz e que os brasileiros estão envolvidos em vários temas de interesse global.
Patriota disse que o governo do Brasil participa de várias frentes de articulação na América Latina, na África, no Oriente Médio e nos países desenvolvidos. "Estamos em articulação com os nossos vizinhos e com o mundo em desenvolvimento, que oferecem frentes múltiplas de cooperação. Queremos multipolaridade da cooperação, não da rivalidade, do protagonismo e da confrontação", afirmou.

Fonte: folha da região

Cometário
Com certeza que as relações tem que ser de igual para igual o que não dá é continuar se submetendo às vontades dos Estadunienses. O Brasil já provou na prática que a sua relação internacional e tão fundamental e importante quanto a de um país do tido por primeiro mundo. Por isso acho importante essa posição do Ministro das Relações Esteriores para dar um rumo à visita de Barac Obama.

Nenhum comentário:

Postar um comentário