terça-feira, 15 de março de 2011

Governo do Rio convida para discurso de Obama pelo Facebook

O governo do Estado do Rio de Janeiro criou um perfil no Facebook para o discurso do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que será feito na cidade do Rio, no domingo.
Para atrair o público ao discurso do presidente, a página do governo no Facebook colocou o discurso como um evento no site. Até as 12h45 desta terça-feira, mais de cem pessoas já tinham "confirmado presença". Muitos internautas deixaram comentários sobre a visita do presidente americano ao Brasil e seu pronunciamento.
O discurso de Obama será na Cinelândia, no centro do Rio, às 11h30.
O local escolhido é um ponto histórico de manifestações políticas na cidade, como a passeata dos Cem Mil, protesto conta a ditadura militar em 1968.
O perfil criado pelo governo do Rio não é o único no Facebook a convidar para o discurso de Obama. A Embaixada dos Estados no Brasil também lançou o convite no site, com a chamada "Dê boas-vindas ao presidente Obama e faça parte dessa visita histórica".

Favela e Cristo

Na visita ao Rio de Janeiro, no próximo domingo (20), o presidente dos EUA visitará também o monumento do Cristo Redentor e irá à favela Cidade de Deus.
A agenda final foi acertada em reunião nesta segunda-feira entre o embaixador Thomas Shannon, o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes.
Obama chega ao Rio na manhã de domingo, acompanhado da mulher, Michelle, e das filhas, Malia e Sasha, após passar o dia anterior em Brasília, primeira parada na visita ao Brasil.
No Rio, a agenda começa com a visita ao Corcovado, na zona Sul, onde fica o Cristo Redentor.
De lá, Obama segue para a Cidade de Deus, favela celebrizada mundialmente pelo filme homônimo, de Fernando Meirelles. A Cidade de Deus é uma das comunidades na cidade que receberam as UPPs (Unidade de Polícia Pacificadora), mas é considerada pelo governo do Estado a mais problemática entre as comunidades já pacificadas _tanto que recentemente o governo decidiu que a favela deveria ter duas UPPs, e não só uma.

Folha Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário