segunda-feira, 14 de março de 2011

Rosa de Hiroshima




Pelo que povo do Japão está passando me faz lembrar da música que consagrou a lágrima por um problema que este mesmo povo passou a tempos. Por isso peço licença para postar aqui essa poesia a fim que dê mais força e esperança que lembrança da dor. dessa vez principalmente ao Povo da Região de Sendai onde a catátrofe foi mais intensa e corre o risco com problemas nas usinas nucleares na região.

Rosa de Hiroshima



Vinicius de Moraes
Composição: João Apolinário / Gerson Conrradi



Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas, oh, não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa, sem nada

Nenhum comentário:

Postar um comentário