terça-feira, 6 de dezembro de 2011

A quem cabe a responsabilidade de responder pelo pecado?


Nos tempos de Moisés, descrito lá em Levítico, em várias passagens de capítulos e versículos, vemos que a responsabilidade do pecado era transferido para um animal o qual era sacrificado num ritual sacárstico. Coitado do animal nem entendia o porque assim acontecia. E o pecador se via assim livre do pecado portanto puro perante Deus.(...). Veio Jesus Cristo e se ofereceu ao próprio sacrifício para a remissão dos pecados de todos. Mas o pecado continuou. Jesus Cristo se tornou o caminho e a inspiração para chegar a Deus. Mas nós continuamos todos pecadores e não estamos nem ai. Então não resolveu nada? No meu entender para os tempos modernos não. E digo, se a paga do pecado é a morte, que seja cumprida então. Porque não podemos transferir as nossas responsabilidades para o outro. nem para o animal na idade antiga, nem para Jesus Cristo no inicio da idade média muito menos agora. Eu falo, que assumo a minha responsabilidade pelos meus erros e pelos meus pecados ou pelas minhas transgressões, pela minha ignorância. Mas não dá para assumir a responsabilidade que é do outro. Se isso concretizar seremos obrigados a nos reformar, evoluir a matéria, a mente e o espírito. Dicernir o contentamento para não dizer cedo ou tarde que não sabia que não era responsável. E digo mais ainda que o caminho não é mais Jesus, ele é e será sempre a inspiração mas o caminho temos que fazer nós mesmos. Afinal somos ou não a imagem e semelhança de Deus. Mas para a nossa conveniência agimos como o adolescente que quer ser gente grande mas na hora de assumir responsabilidades se denomina criança.

In the days of Moses, described there in Leviticus, in several passages of chapters and verses, we see that the responsibility for sin was transferred to an animal which was sacrificed in a ritual sacárstico. The poor animal did not understand why this was the case. And in this way the sinner free from sin so pure before God .(...). Jesus Christ came and offered to sacrifice himself for the forgiveness of all sins. But sin continued. Jesus Christ became the way and the inspiration to reach God. But we still all sinners and we're not there. So do not solve anything? My understanding of modern times not. And I say, if the wages of sin is death, which is then fulfilled. Why can not we transfer our responsibilities to each other. or to the animal in old age, not to Jesus Christ in the early middle ages much less now. I speak, I take my responsibility for my mistakes and my sins or for my transgressions, for my ignorance. But you can not take responsibility for that of another. If we are required to implement this reform us, to evolve the matter, mind and spirit. Discern the contentment if not sooner or later he did not know it was not responsible. And I say further that the path is no longer Jesus, he is and will always be the inspiration but the way we have to do ourselves. After all we are or not the image and likeness of God. But for our convenience we act like the teenager who wants to be great people but when the child is called taking responsibility.

Nenhum comentário:

Postar um comentário