sábado, 1 de dezembro de 2012

Agora temos técnico falta a Seleção.

A saida de Mano Meneses já era esperado que embora vinha fazendo um bom trabalho mas não apresentava ainda um perfil para as disputas da Copa das Confederações e Copa do Mundo 2014. A Entrada de Felipão e Parreira dão mais credibilidade, um perfil mais arrojado, mas como fica a Seleção? Quem serão os convocados? Serão todos novos a partir de novos critérios ou com base já no que se constituiu até aqui. Enfim, vamos esperar a convocação para o amistoso com a Inglaterra em fevereiro para termos conhecimento.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Seleção Brasileira mostrou hoje o protótipo que todos esperam



A Seleção Brasileira goleou por 4 a 0 hoje o Japão em jogo amistoso na Polónia. A situação do jogo foi um protótipo daquilo que todos esperam ver que a seleção faça daqui para frente rumo a Copa das confederações e a Copa do Mundo 2014. Houve grande movimentação no meio de campo e dos atacantes casado com uma forte marcação na saida de boa do adversário. A seleção hoje fez o jogo definindo as condições o que lhe proporcionou um jogo até fácil. Veremos o que teremos a seguir.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Vem ai as eleições para prefeitos e vereadores

Pouco menos que 15 dias para as eleições para prefeito e vereadores e muito tem para analizar com relação a definição do voto. Entendo que o discurso é o mesmo entre os mais diferentes candidatos até parece que partilham da mesma ideologia e pela fala não dá para diferenciar QUEM É DIREITA OU ESQUERDA. O voto é um ato de cidadania portanto o mais consciente possível agora facilitado com a lei da ficha limpa e a transparência que barra os que cometeram desvios e dá acesso à informações sobre o gasto público em seu vários níveis. Observando as eleições em minha cidade vejo que existem realmente a ausência de um debate mais ideológico. Onde as promessas são quase as mesmas em todos que permeiam o cargo na prefeitura o que pauta ao eleitor optar pela imagem do menos pior mesmo porque o embate leva em conta as promessas de sempre e não a condição de elevar a consciência política da população. Onde cada se mostra como salvador da pátria mas que na verdade não resolvem os verdadeiros problemas da população.

sábado, 15 de setembro de 2012

O mundo precisa de amor!

A onda de manifestações violentas em vários países mulsumanos decorrente da divulgação de um vídeo produzido por um irresponsável americano de origem egípcia nos coloca de frente novamente sobre a intolerância. Se por um lado a irresponsabilidade de um devaneia a idéia e os conceito da relação humana e que não pode ser tolerada e sim repudiada. Não justifica entretanto tamanha violência onde chegou a ter até vítimas de morte decorrente das ações. Portanto temos que atentar para essas situações e meditar sobre o que realmente temos que fazer para que situações como essa possa não mais ocorrer. Temos que pensar o que estamos fazendo para não atingir ou afetar o direito de liberdade do outro sem infringirmos a nós mesmos. Vez ou outra isso vem a tona, seja em forma de charge e desta em forma de vídeo sem contar entre tantas outras situações que sobrepoe já a abalada relação entre esses mundos no mundo. E quem foi estopim ou alimentador dessa situação não tem a idéia real da situação de conflito que pode desenrolar e tomar proporções inimagináveis. O mundo precisa de amor, precisa de paz, só assim é possível a superação de mal entendidos ou provocações abestalhadas e de quem tem até a liberdade de divergir e apresentar a sua crítica mas de forma construtiva, onde acirram as relações e esmaeçe a provisão do ser.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Processo de paz colombiana

A negociação de paz entre as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) e o governo colombiano conta com apoio da sociedade civil do país que, apesar de cética devido a fracassos anteriores, aprova os diálogos.
A comunidade internacional também é a favor do processo de paz. A ONU e União Europeia já haviam se manifestado favoravelmente na semana passada e, nesta terça-feira, alguns países fizeram o mesmo.
Notícias relacionadasColômbia se prepara para negociar a pazColômbia deve suspender prisão de guerrilheiros ligados a processo de pazFarc lançam rap sobre negociações de paz e criticam o Brasil
Tópicos relacionadosAmérica Latina, InternacionalO presidente dos EUA, Barack Obama, respaldou o governo colombiano sobre o processo, assim como a presidente Dilma Rousseff que, em nota, disse que a notícia é "motivo de comemoração na América do Sul e no mundo".
O processo será conduzido pela primeira vez fora do território colombiano e com a presença ativa, até o momento, de quatro países: Cuba, Venezuela, Noruega e Chile.
Se der certo, marcará o fim do conflito protagonizado pelas Farc, o mais antigo grupo insurgente da América Latina, em atividade desde 1964, e com forte influência militar da antiga União Soviética.
Para se manter à margem da lei, a guerrilha se aliou ao narcotráfico colombiano e hoje controla parte da produção e tráfico da cocaína.
Além disso, acumula crimes cometidos no âmbito do conflito, como recrutamento forçado de crianças, ataques a civis, com explosões e minas terrestres e, até fevereiro, sequestros para arrecadar dinheiro.
Em meio à "torcida" para que a negociação ponha fim ao conflito, algumas dúvidas sobre o processo surgem entre colombianos e na comunidade internacional. A BBC Brasil procurou especialistas para explicar um pouco melhor o processo iniciado há seis meses em Cuba.
Por que outras negociações de paz não deram certo no passado?
Processo de paz pode marcar fim do conflito protagonizado pelas Farc, em atividade desde 1964
As Farc e o governo colombiano fizeram outras duas tentativas amplas de negociar a paz. Nos anos 80, o governo do presidente Belisario Betancur conduziu negociações com as Farc e a extinta guerrilha M-19 e, após um cessar fogo, as Farc ajudaram a formar um partido político - a União Patriótica (UP).
Há diversas versões sobre o motivo do fracasso desse processo. Segundo integrantes do governo o problema foi que as Farc não abandonaram as armas, mas usaram o ativismo político para se fortalecer militarmente em uma estratégia que o líder guerrilheiro Jacobo Arenas definiu como "combinação de todas as formas de luta".
A guerrilha, por sua vez, culpa a incapacidade do governo garantir a segurança de guerrilheiros que abandonaram as armas para seguir a via política e seus aliados - o que permitiu que a UP fosse dizimada por paramilitares e narcotraficantes. Em 1985, o diálogo de paz foi enterrado com a tomada do Palácio da Justiça pelo M-19.
Em 1998, com as Farc fortalecidas, o governo de Andrés Pastrana consentiu em criar uma área desmilitarizada do tamanho da Suíça para negociar a Paz em San Vicente del Caguán. A guerrilha mais uma vez usou o processo para se fortalecer militarmente, ampliar o recrutamento entre camponeses e ganhar apoio.
Fez contatos com representantes de governos estrangeiros e convidou jornalistas para visitar seus acampamentos. Após a experiência do Caguán, que terminou em 2002, Álvaro Uribe foi eleito prometendo uma estratégia de mão firme contra as Farc.
Quais as diferenças entre este processo de paz e tentativas anteriores?À primeira vista, há muitas diferenças. Primeiro, nessa negociação há um senso de urgência sobre o fim do conflito. Ambas as partes não estariam conversando para ver se continuam ou não o combate e em que condições. "A premissa agora é o término do conflito", comentou Ariel Ávila, da Corporação Nuevo Arco Íris, ONG especializada no conflito armado colombiano.
Além disso, agora as Farc estão acuadas militarmente. Com o fracasso da Zona Desmilitarizada, o Plano Colômbia (cooperação bilateral entre Colômbia e Estados Unidos) – que se justificava para combater o narcotráfico - combinado com a estratégia militar colocada em prática por Uribe acabaram diminuindo substancialmente o poder de fogo da guerrilha.
Até 2002, a cúpula das Farc estava praticamente intacta. Desde então, foram mortos líderes importantes, como Raúl Reyes, o "chanceler" das Farc, o líder militar Mono Jojoy e Alfonso Cano, chefe da guerrilha após a morte por causas naturais do líder histórico Manuel Marulanda, em 2008.
Durante as negociações no Caguán, as Farc chegaram a ter 20 mil homens. Agora, estima-se que tenham de 8 a 10 mil.
As Farc também perderam apoio dentro e fora da Colômbia com a exposição do drama dos políticos e militares sequestrados pelos guerrilheiros e mantidos por até 12 anos em cativeiro.
Se o governo estava avançando na estratégia militar, por que ele aceitou dialogar agora?A Colômbia já gasta cerca de 6% do PIB em Defesa e hoje conta com o apoio financeiro e militar dos EUA. Sem o conflito, mais recursos poderiam ser investidos em desenvolvimento econômico.
Além disso, apesar de as Farc estarem enfraquecidas, seu poder está longe de ser irrelevante. Mesmo com todo esse esforço financeiro e militar, a guerrilha continua bastante atuante em diversas áreas do país, como nos departamentos de Cauca, Nariño, Meta e La Guajira.
"Pela geografia da Colômbia, é dificílimo empreender uma derrota militar contras as Farc. Não podemos nos esquecer das montanhas que servem de refúgio aos guerrilheiros", comenta a jornalista María Patrícia Duque, da revista Razón Pública.
Outro ponto é o cansaço das populações das regiões de conflito. Quem vive nas chamadas "zonas vermelhas", onde os combates acontecem, vem pressionando as Farc e o governo para colocar um fim ao conflito armado.
Para completar, faz pelo menos cinco anos que os EUA vêm reduzindo o orçamento do Plano Colômbia - o que indica que no futuro os colombianos podem ter de atuar sozinhos.
Haverá um cessar fogo durante as reuniões?Essa é outra diferença desta negociação. Nas outras tentativas, a zona desmilitarizada ou o cessar fogo foram definidos antes de começarem os diálogos.
O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, enfatizou por várias vezes que esse era um dos pontos acordados para que as negociações começassem. "Enquanto nos sentamos para negociar, as operação militares não serão interrompidas", frisou. A ideia é não diminuir a pressão sobre a guerrilha.
Na última segunda-feira, por exemplo, 10 guerrilheiros morreram em combate com o Exército.
O que fazer com os ex-guerrilheiros e para reparar as vítimas?Ao se desmobilizarem, os guerrilheiros deverão ser reintegrados à sociedade. Está em discussão agora que tipo de benefícios judiciais (anistias, redução de pena) eles terão.
O Marco Legal para a Paz, aprovado em junho deste ano, definiu que os desmobilizados que forem condenados por crimes de lesa humanidade ou de guerra não poderão ter participação política no país. A inserção política deve ser um dos temas mais difíceis da mesa de negociações.
A Colômbia já tem um programa de desmobilização e reintegração coordenado pela presidência do país. Desde 2003, quando foi iniciado o processo de desmobilização dos paramilitares das Autodefesas da Colômbia (AUC), 56 mil pessoas já se desmobilizaram. Deste total, quase 23 mil são desmobilizações individuais de guerrilheiros das Farc, e o restante das AUC.
Por outro lado, o direito das vítimas será um ponto colocado em discussão. "As vítimas têm todo direito à reparação. Isso deve ser prioridade e a sociedade civil deve pressionar para que o processo não seja falho", disse à BBC Brasil o cientista político Álvaro Villarraga, da Fundação Cultura e Democracia.
A reparação de vítimas deve incluir indenizações em dinheiro, "comissões da verdade" para descobrir o destino de pelo menos 3 mil pessoas desaparecidas, inicialmente sequestradas pela guerrilha, pedidos de perdão e condenações judiciais.
As 3,8 milhões de pessoas deslocadas pelos combates também terão de ser reparadas, terão o direito de regressar às suas casas na zona urbana ou voltar aos quase 2 milhões de hectares de terra que foram sacados de seus donos durante o conflito.
A reparação e restituição de terras já começaram a ser feitas desde janeiro deste ano, seis meses depois que entrou em vigor a Lei de Vítimas e Restituição de Terras.
Quais são os inimigos do processo?Analistas concordam que os maiores inimigos atualmente são os aliados do ex-presidente Álvaro Uribe, criadores de gado, as Bacrims (bandas criminais) e novos grupos paramilitares, formados a partir da dissolução das AUC.
"Ainda que Uribe tenha iniciado o processo de aproximação com as Farc, para ele é inadmissível alguns termos desta negociação, como, por exemplo, a reinserção política", explica Álvaro Villarraga.
O Brasil pode ajudar em algum momento?Para especialistas, ainda que não tenha participado nas negociações do pré-acordo, o Brasil pode ser muito importante nessa segunda fase de diálogo. Para a corporação Novo Arco Íris, o país pode apoiar em momentos de crise durante as reuniões, quando houver impasse sobre algum ponto.
Além disso, o país poderá ajudar com "aprovação" em cada passo ou etapa atingida. "O efeito psicológico disso será muito positivo, para ambos os atores", comenta Ariel Ávila, da ONG Novo Arco Íris.
Por último, o Brasil poderia ajudar em operações logísticas, com voos e helicópteros, já que em momentos delicados, como a libertação de reféns, prestou apoio por ser considerado de confiança por ambas as partes envolvidas.

BBC Brasil

Processo de paz na Colômbia



O governo colombiano formou uma equipe de cinco negociadores para o processo de paz que terá início em outubro com a guerrilha das Farc, encabeçado pelo ex-vice-presidente Humberto de la Calle, anunciou nesta quarta-feira o presidente Juan Manuel Santos. A equipe será formada também pelo presidente da Associação de Industriais, Luis Carlos Villegas; o ex-diretor da polícia nacional e general reformado Oscar Naranjo; o ex-comandante das forças militares e general reformado Jorge Enrique Mora Rangel; o ex-ministro do Meio Ambiente e ex-comissário da paz Frank Pearl; e o assessor presidencial Sergio Jaramillo, designado comissário da paz. Apesar de a equipe negociadora principal ser formada por estas cinco pessoas, as partes poderão designar cada uma um total de 30 pessoas para participar nos diálogos de paz, explicou o presidente em um discurso à nação. Os delegados adicionais acompanharão as negociações e estarão prontos para se sentar à mesa dependendo dos temas a serem tratados, assinalou Santos. Em seu discurso, o presidente agradeceu às mensagens de apoio que recebeu de colegas e governos por esta iniciativa, ao mesmo tempo em que insistiu que vai pedir apoio da comunidade internacional porque "o caminho não é fácil e tem muitos inimigos". O grupo que instalará a mesa de diálogo durante a primeira quinzena de outubro, em Oslo, será liderado por Humberto De la Calle, vice-presidente entre 1994 e 1996, ex-ministro da Suprema Corte e um dos redatores da Constituição de 1991. O general Mora Rangel comandou o Exército durante o governo de Andrés Pastrana e foi chefe das Forças Armadas no primeiro ano da presidência de Alvaro Uribe, e é apontado como o artífice do Plano Patriota, a mais forte ofensiva lançada contra as Farc. Villegas preside o Conselho Nacional das Indústrias, que reúne todos os setores da produção, e participou dos diálogos do governo Pastrana com as Farc. Naranjo, que deixou o comando da Polícia Nacional este ano, é conhecido por sua firme luta contra o tráfico de drogas e por haver depurado e profissionalizado a instituição policial. O ex-ministro Pearl, um economista de formação, foi comissário da paz do governo de Uribe, quando abriu canais de comunicação com a guerrilha, que se ativaram para os primeiros contatos exploratórios. Santos anunciou na véspera que o processo de paz entre o governo da Colômbia e a guerrilha das Farc terá início na primeira quinzena de outubro em Oslo e depois prosseguirá em Havana. O presidente ressaltou que as conversações terão um prazo. "Será medido em meses, não em anos", frisou. As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia confirmaram no mesmo dia, em Havana, o início dessas negociações, por meio uma mensagem gravada de seu líder Timoleón León Jiménez (Timochenko). A mensagem anunciou "o encerramento das conversas exploratórias e o início das negociações como parte do árduo, mas necessário caminho da construção da paz, estável e duradoura para a Colômbia", disse o Comandante Mauricio Jaramillo, ao lado de outras cinco pessoas, no Palácio de Convenções de Havana. A delegação das Farc no encontro exploratório, integrada por Jaramillo, Andrés Paris, Ernest Aguilar, Sandra Ramírez e Marcos León, marcou uma entrevista coletiva à imprensa para quinta-feira às 10h00 locais (11h00 de Brasília) no mesmo local, sem dar maiores detalhes. Anteriormente, o presidente havia afirmado que as primeiras negociações exploratórias foram realizadas durante seis meses em Havana e que as duas partes assinaram um acordo de princípio que não estabelece que as operações militares serão interrompidas durante o processo de paz. Segundo o presidente, "as operações militares continuarão com a mesma ou com mais intensidade". "Este acordo não é já a paz, nem se trata de um acordo final. É um mapa do caminho com precisão dos termos de discussão para chegar a este acordo final", explicou. Em seu discurso, Santos pediu aos colombianos "moderação" diante da possibilidade de a guerrilha prosseguir em seus ataques, e "unidade para que o sonho de viver em paz se torne, por fim, realidade".
 
 
Terra

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Sentimento - 1

Sentimentos são expressões do nosso intimo, consciente ou inconsciente, e está relacionado ao nosso nível de entendimento e de dicernimento. Assim como o nosso ponto evolutivo. Se ficarmos apegado ao sentimentos da raiva ou ogeriza, como exemplo, o nosso nível de evolução permite interferência de terceiros. Assim como o ciumes indica insegurança, se és um indivíduo seguro de si não terá esse sentimento exarcebado. Sentimento pode ou não estar relacionado ao nível intelectual, digo que pode ou não porque não é o fator da informação que determina mas a capacidade de dicernir as relações espaciais e ambientais.
Também não podemos confundir sentimento com instinto. Sentimento é uma situação que desenvolvemos na relação e no meio. Já o instinto é uma situação natural instrinsico ao ser no eu habitat como meio de sobrevivência.
Quando a fala, o posicionamento ou ação de uma determinada pessoa que te chamava atenção não mais interferir em suas reações de sentimento negativo é sinal de evolução material e espiritual.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

A trilha sonora da sua vida. Qual é?

Se eu fosse montar uma trilha sonora para minha vida seria mais ou menos assim:
Tanto Cara = Guido de Renzi, por ser a primeira musica pop que gostei.
I'll be fine = Pete Dunaway, por lembrar de um amor de adolecência na época do ginásio.
The house of rising sun = Animal, primeira música que aprendi tocar.
Imagine = John Lennon, egunda música que aprendi tocar.
Ben = Michael Jackson, era sucesso na época.
O disco The dark of side the moon = Pink Floyd, quando aprendi a ouvir rock e progressivo.
The gates of Deliriun = Yes, Essa música me abriu o cérebro
Soon = Yes, uma viagem de som.
De volta pro aconchego = Elba Ramalho
Arueira = Geraldo Vandre, Cantava para meus filhos dormir.
Wanderful world = Louis Armstrong, porque a vida é maravilhosa.
 
Ficou sobrando:
Dire Straits
Genesis
Led Zeppelin
E tantos outros.
Mas pedi apenas uma trilha sonora da minha vida.

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Onde procurar as respostas

Temos muitas perguntas sem nenhuma resposta plausível para cada uma delas. As veses sentimos que um vazio nos bate ao peito, que aperta o estômago e não sabemos porque. Sem contar nas curiosidades sobre fatos que nos arremetem admiração.
Primeiro lugar que vamos buscar respostas é no céu. Olhamos para cima e pedimos para Deus que nos explique , que nos de respostas sobre nossas necessidades e angustias. Segundo, vamos atraz de cada uma religião que segundo promete a nos revelar e elucidar nossas insatisfações. Por fim: buscamos em cada canto do mundo e nos esquecemos de buscarmos as respostas em nós mesmos.
Tinha eu certos reflexos de medos, angústia e um vazia que nada prenchia. Não me digam que Jesus preenchia porque era um dos mais praticantes de grupos de jovens e comunidades da igreja. Isso amenisava quando nos sentiamos um tanto útil. Certo dia tomei a decisão de procurar uma parapsicologa na tentativa de encontrar pistas para me conhecer melhor, para me entender. Pelo perfil descrito na sessão da qual participei, sabidamente esses problemas apenas eu teria condições de resolvê-los, apenas estava procurando respostas em lugares que não me dariam as respostas necessárias. Nesse sentido me preparei e passei a ler tudo que despertasse a curiosidade de nos conhecermos a nós mesmos. Técnicas de auto-ajuda entre outros. Foi demorado mas satisfatório. Os reflexos de angustias e medos desapareceram, o vazia que sentia insensantemente não existe mais. Curei-me de uma depressão repetitiva e mais ainda larguei o vício do fumo que me acompanhou por 42 anos, sem nenhum trauma, sem nenhuma crise de abstinencia.
Hoje tenho ciência de quem sou pelo menos tenho mecanismos para suprir isso e sabidamente só quem conhece a si mesmo pode ajudar ao outro.

Modismo

Não jogue pedra na cruz,
nem a leve para seu "seleiro".
Não faça discurso demorado,
nem mesmo rápido demais.
O segredo está na VIDA!
Viva! e deixe viver!!!

Somos individuos complexos/simples e único.

Eu não posso acreditar no outro,
sem antes acreditar em mesmo.
Como poderei estender a mão a outro,
se eu não conheço a mim memo e nem sei qual o papel da mão.
Muitas vezes fazemos por intuição ou repetição, por alguém lá atráz disse.
Mas não foi de sóbria consciência. Porque  essa visão ainda não temos.
Para que a ostentação e a riqueza se não sabemos ainda o que fazer com ela.
Então é melhor um bom dia gelado que uma nota de cem, para quem está esmolando.
Onde está a concepção de nós mesmos.
Apenas sabemos que somos complexos e contraditórios.
Ao mesmo que simples e notório.
Somos assim porque somos únicos.
e cada um com seu nível de dicernimento.
cada segundo a sua compreensão.
Eu era um idealista, sonhador.
não percebia que era uma porta.
Hoje sou eu. Com minhas dúvidas e minha dor.
Mas sou real. O sonho e o ideal acabou.
Apenas o concreto restou.
Porque quando busquei a mim, encontrei a Deus,
e muitas das respostas retornaram.
Clara como água límpida.
E de tudo que falei o que nos resta no final é apenas a excencia,
o amor.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

A imaginação.

Pinta-se um quadro psicodélico.
Multicolorido e multiforme.
Para que?
porque?
assim tão disforme,
que parece desprender do varal.
Imagino a tarde chegando com um céu róseo e nuvens marrons.
o sol alaranjado por traz faz siluetas em muticores.
A primeira estrela já desponta.
na parte azul-cinza que perto dali dar o ar a lua minguante.
até que sopra uma brisa desprendendo umas folhas ja secas do outono.
mas a marca é incessante e que não dá para prever.
essa marca é o sentimento que na tarde assola.
premeditando ir embora depois que a escuridão chegar.

Caminho

Vejo uma estrada envolto de matagais.
No leito da estrada tem pegadas,
mas não são suas. Já me certifiquei.
No horizonte, o ceu azul circunda a elevação,
e umas poucas nuvens brancas chapisca a visão.
Mas não passara nenhum avião.
Sigo mais adiante o caminho,
deparo com um areial.
Que com o calor está quente.
Um mormaço.
Logo depois o caminho bifurca.
Uma banda para esquerda, outra banda para a direita.
Agora estou confuso.
Qual caminho tomar.
Só sei onde quero chegar.
mas não sei por onde ir.
Agora estou parado na bifurcação.
A espera de quem possa orientar para que lado fica minha direção.
É cheguei na encruzilhada do destino.
E não sei que caminho tomar.
Tomara que passe alguém,
para poder perguntar...

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Distração

Que coisa é essa que me forçaa ficar longe de você Se você conseguir responder isso você ganha a lua
Esse lugar é o ideal de qualquer lugar Pode-se ter uma vista linda Porque sempre temostantas outras coisas para fazer

Distrações, como borboletas em volta de minha cabeça Quando estou só penso em vocêSe dessa vida que levamos pudéssemos nos ver livres Das distrações O carteiro está na porta enquanto o telefone toca Na parede da cozinha Vamos fingir que não estamos em casaE eles desaparecerão Eu quero estar com você diga-me o que fazer Nada é tão pequeno longe de todos esse barulho podemos fazer qualquer coisa Distrações, como borboletasem volta de minha cabeça Quando estou só penso em você Se dessa vida que levamos pudéssemos nos ver livres Das distrações
Vou achar um lugar calmo Longe de todo barulho do dia ocupado Onde poderemos passar as noites contando estrelas cadentes
Distrações, como borboletasem volta de minha cabeça Quando estou só penso em você Se dessa vida que levamos pudéssemos nos ver livres Das distrações Como borboletas em volta de minha cabeça Quando estou só penso em você Se dessa vida que levamos pudéssemos nos ver livres Das distrações




Paul Mccartney

Conceitos

Deus é a concepção pela qual medimos a nossa dor, assim define John Lennon em sua canção. E tem razão. Por que na alegria dificilmente manifestamos-lo. Outra controvérsia é a questão do pecado. Principalmente a idéia do pecado original o qual justifica a raça de pecadores. O pecado não existe, salvo de nossas ações maléficas que prejudicam aos outros ou a nós mesmo.
Não existem diabos, capetas muito menos satanáz, apenas representam a maldade que está em nosso interiror e que por ignorância traçamos esssas fantazias. Nos somos um universo e em nós permeiam a bondade e a maldade por ser tratar que um depende da existência do outro para o ponto de equilibrio. Mas devido o livre arbítrio podemos pender a balança para um lado ou para outro. Deus, energia que costura a tudo e a tudos para manter em completa harmonia, em sua infinita bondade/maldade repleto e marcado pela ação da construção do amor jamais iria permear que ficássemos sob julgo de personágens tão maléficas se não fossem partes pertencentes a nós  mesmos.
Por isso pedimos sempre a humildade para observar, sabedoria para dicernir e hombridade para assumir aquilo que só a nós pertence.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Sentidos

De novo com os pés no chão. Roçando o pé na grama orvalhada e sentindo na boca o gosto de uma xícara de café com leite. Ao longe, envolto a neblina, a casa da roça, bucólica, fumegando pela chaminé. Ouço o latido de Timbó, parace que não está para bons companheiros. O Pai para a roça já se foi e a mãe insiste em acender o forno de assar pão. Na mente vem uma imagem, de como seria se não existisse isso ali. E se eu não existisse.  Como seria. Mas a hora avança e apesar da escola não ser tão longe a sineta não espera.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Musicoterapia


Musicoterapia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
     
Musicoterapia é a utilização da música e/ou de seus elementos constituintes, ritmo, melodia e harmonia, por um musicoterapeuta qualificado, com um cliente ou grupo, em um processo destinado a facilitar e promover comunicação, relacionamento aprendizado, mobilização, expressão, organização e outros objetivos terapêuticos relevantes, a fim de atender as necessidades físicas, emocionais, mentais, sociais e cognitivas. A musicoterapia busca desenvolver potenciais e/ou restaurar funções do indivíduo para que ele ou ela alcance uma melhor qualidade de vida, através de prevenção, reabilitação ou tratamento. (World Federation of Music Therapy)

 

os musicoterapeutas trabalham com uma gama variada de pacientes. Entre estes estão incluídas pessoas com dificuldades motoras, autistas, pacientes com deficiência mental, paralisia cerebral, dificuldades emocionais, pacientes psiquiátricos, gestantes e idosos. O trabalho musicoterápico pode ser desenvolvido dentro de equipas de saúde multidisciplinares, em conjunto com médicos, psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas e educadores.Também pode ser um processo autônomo realizado em consultório.

O uso da música como método terapêutico vem desde o início da história humana. Alguns dos primeiros registros a esse respeito podem ser encontrados na obra de filósofos gregos pré-socráticos.
A sistematização dos métodos utilizados só começou, no entanto, após a Segunda Guerra Mundial, com pesquisas realizadas nos Estados Unidos. O primeiro curso universitário de musicoterapia foi criado em 1944 na Michigan State University.

 Processo

O processo da musicoterapia pode se desenvolver de acordo com vários métodos. Alguns são receptivos, quando o musicoterapeuta toca música para o paciente. Este tipo de sessão normalmente se limita a pacientes com grandes dificuldades motoras ou em apenas uma parte do tratamento, com objetivos específicos. Na maior parte dos casos a musicoterapia é ativa, ou seja, o próprio paciente toca os instrumentos musicais, canta, dança ou realiza outras atividades junto com o terapeuta. A forma como o musicoterapeuta interage com os pacientes depende dos objetivos do trabalho e dos métodos que ele utiliza. Em alguns casos as sessões são gravadas e o terapeuta realiza improvisações ou composições sobre os temas apresentados pelo paciente. Alguns musicoterapeutas procuram interpretar musicalmente a música produzida durante a sessão. Outros preferem métodos que utilizem apenas a improvisação sem a necessidade de interpretação. Os objetivos da produção durante uma sessão de musicoterapia são não-musicais, por isso não é necessário que o paciente possua nenhum treinamento musical para que possa participar deste tratamento.
O musicoterapeuta, por outro lado, devido às habilidades necessárias à condução do processo terapêutico, precisa ter proficiência em diversos instrumentos musicais. Os mais usados são o violão, o piano (ou outros instrumentos com teclado) e instrumentos de percussão.

 Musicoterapeuta

O profissional responsável por conduzir o processo musicoterápico é chamado musicoterapeuta. A formação desse profissional é feita em cursos de graduação em musicoterapia ou como especialização para profissionais da área de música ou saúde (músicos, professores de música, médicos ou psicólogos). Em alguns países a musicoterapia também pode ser parte de uma formação em arteterapia, que envolve, além da música, técnicas de artes plásticas e dança.
A formação do musicoterapeuta inclui teoria musical, canto, prática em ao menos um instrumento harmônico (piano ou violão), instrumentos melódicos (principalmente flauta) e percussão.
Também faz parte da formação do musicoterapeuta o conhecimento da anatomia e fisiologia humana, psicologia, filosofia e noções de expressão artística, expressão corporal, dança, técnicas grupais e métodos de educação musical como o Método Orff ou o Método Kodály.
O dia do musicoterapeuta é comemorado no Brasil em 15 de setembro.

Estilos musicais

A intervenção terapêutica pode vir associada à outras técnicas como relaxamento progressivo, treinamento autógeno, reiki, yoga ou acupuntura. Apesar de haver um sub-entendido consenso sobre os benefícios da música clássica ou a música psicodélica eletrônica de sons contínuos ou no caso de acupuntura e yoga indiana associada à meditação assim como a música da China é sabido que o efeito da música sobre o paciente depende de sua história de convivência com os diversos estilos musicais por um processo de condicionamento estético e/ou vivência por ventura associadas.
Por outro lado os musicoterapeutas na sua formação estudam os efeitos hipnóticos dos ritmos repetidos a associação de rítmos ao transe e êxtase místico e]ou o seu efeito sobre as emoções humanas, relativamente bem conhecidos como por exemplo por produtores da música de filmes (suspense, ação, sensualidade, etc) e peças teatrais incluindo a ópera. Recentemente uma das maiores aplicações de sucesso reconhecido da musicoterapia tem sido o tratamento da dor crônica e stress pós traumático.

 

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Você planeja sua vida ou deixa a Deus dará?

O mundo já não permite que deixemos a vida a Deus dará, é necessário o mínimo de planejamento para que ela siga seu ciclo da forma mais consistente possível. Portanto é fundamental abstrairmos o que queremos, o que queremos e onde queremos chegar. Junto com isso o que temos que podemos contar, o que precisamos o que necessitamos e com quem podemos contar. Feito isso distribuimos tudo a curto, médio e longo prazo.

2014 O ano do hexa Brasileiro.

Muitas são as espectativas para o Hexa Brasileiro na Copa do Mundo de 2014. Espectativas essas que tradudirão em realidade. O Brasil é o candidato da vez mesmo porque, por ser o maior ganhador das copas é o organizador de 2014. Portanto não tem como escapar. O time será bem preparado. A torcida será muito positiva. E a conquista do campeonato mundial será a coroação de gratificação por tudo que o povo e oBrasil tem feito para com o mundo. Para concretizar isso o time da seleção brasileira terá que escolher a bola para o inicio das partidas. E digo sem medo de erra que no jogo de estréia do Brasil na copa do mundo o primeiro gol brasileiro será de um chutaçõ de saida do meio de campo entrando no ângulo esqurdo do gol do adversário. Isso será uma mensagem de que novos tempos estarão por virem e com isso muita paz e realizações. Viva o Hexa Brasileiro.

13/08/2012

domingo, 12 de agosto de 2012

O nada

Quando abstraimos o nada a cabeça fica confusa tanto quanto abstraimos o tudo. Os dois são vétices
da mesma realidade e necessário para a existência de um quanto o outro.

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Tudo por uma atração

A formação da matéria é fruto da atração entre ás partículas do átomo e da molécula. O concatenizador disso é a vontade existente entre as partes de se tornarem juntas, assim como numa relação sexual.

domingo, 11 de março de 2012

Relacionamento humano


Por causa do egoismo ou intransigências, muitos vão à guerra. Por inconsequência, muitos criam a violência e banalizam a relação entre as pessoas. No dia a dia muitas relações geram stress e isso causa transtorno e consequência desagradáveis. Por isso é preciso que as pessoas evoluam no sentido de que o que a outra fizer ou disser não vá lhe afetar, porque entenderá como um problema da outra pessoa ou limitações de consciência inerente. Veja só: Eu tinha um relacionamento com uma pessoa muito conturbada. Muito do que ela fazia causa estress o que levava a um sentimento conflitante com essa pessoa. Porém notava que eram posturas por motivos de limitações e deficiencia no próprio caráter. Então resolvi agir de uma outra forma. Ao invéz de me indispor passei a dispor de compreenção, até que em um dado momento surgiu oportunidade ajuda. passei portanto a ver essa pessoa de uma outra forma e isso fez com que, em curto espaço de tempo, o que ela fizesse ou disse não me causaria nenhuma reação.
Digo: É melhor ser indiferente que alimentar sentimente de indiferença com a outra pessoa.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

FLAC, melhor que mp3.

Descobri na internet o som em flac e pelo que vi até agora a qualidade do som é bem melhor que mp3, tem uma compactação maior. O único ploblema é que arquivo em bem maior e para ouvir no WMP tem que instalar um plugin - Media Player Codek Pack -.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

É hora de mudar

 O Brasil cansou de ser o país das desculpas, das explicações, das justificativas, do jeitinho e da esperteza. As pessoas cansaram de ser enganadas e usadas. Queremos e podemos ter riqueza para todos.
Apesar de todas as nossas riquezas naturais, é chegada a hora de uma revolução que acabe com o comodismo e crie fartura. Mas para que a revolução aconteça de verdade, é preciso que esperemos menos e nos comprometamos mais.
Nosso ritmo é de urgência. Cansamos de ficar deitados eternamente em berço esplêndido. Depois de cem anos dormindo como a Bela Adormecida, acordamos querendo recuperar o tempo perdido. Sabemos que evoluir gradativamente não vai resolver os nossos problemas. O mundo não vai esperar por nós. Precisamos de guerreiros amorosos, dispostos a ousar e dar o salto qualitativo, capaz de nos oferecer um país digno.
Cada vez mais pessoas se dão conta de que a competência é o único caminho para a realização. Por outro lado, deixar a administração da própria vida para outra pessoa é o caminho da escravidão. A dependência é fatal para a realização individual e coletiva.
Muitos empresários brasileiros ainda insistem em repetir velhas fórmulas que só funcionavam no passado. Acabam levando a empresa à falência, porque vendem com prejuízo, não calculam a entrada e saída de centavos, não ficam atentos ao fluxo de caixa, ou seja, não administram de acordo com a realidade atual. Vivem esperando o próximo passo do governo e dos concorrentes para decidir seus caminhos. Preocupam-se demasiadamente com o faturamento e se esquecem do mais importante para o sucesso de uma empresa: a sua receita líquida, que indica o lucro depois da retirada dos impostos e outros encargos. Os empresários precisam aprender a trabalhar com uma margem de lucro reduzida, que tende a ser a mesma no mundo inteiro. Na Alemanha, por exemplo, alguém que exija um desconto de 15% sobre uma mercadoria será taxado de louco, justamente pelo fato das empresas venderem com margens de lucro muito pequenas.
Outro aspecto que apresenta uma mudança radical diz respeito ao comportamento de clientes e consumidores. Hoje, o cliente é rei e as empresas necessitam encontrar uma forma de oferecer o melhor produto pelo menor preço. E como se não bastasse a concorrência nos moldes tradicionais, as empresas ainda têm de lidar com a competição virtual, motivada pelo excesso de serviços colocados à disposição do consumidor. Hoje, por exemplo, o dono de um cinema não perde os seus clientes para o seu concorrente direto, mas sim para as videolocadoras, TVs a cabo, TVs normais, até mesmo para a violência nas ruas (medo de sair e ser assaltado, seqüestrado ou atingido por uma bala perdida).
Todas essas mudanças se constituem em indícios de que somos a primeira geração da Era do Caos, onde aquilo que era tido como certo já não vale mais. As três grandes indústrias que controlavam o comércio de máquinas de escrever passaram décadas brigando entre si pelo domínio do mercado para, no final, acabarem sendo preteridas pelo advento do computador.
Não é fácil garantir o “lugar ao sol” em uma economia cada vez mais globalizada. Nós precisamos ter a ambição de sermos campeões, porque a memória jamais registra uma “vice-vitória”. Em 94, o Brasil venceu a Itália na final e todos gritaram “É Campeão!”. Por outro lado, ninguém ouviu a torcida italiana gritar “É vice-campeão!”. Para chegarmos sempre em primeiro lugar, é necessário desenvolver uma mentalidade de excelência, como acontece no Japão, onde desde os primeiros anos escolares o indivíduo aprende a importância de “ser o melhor”.
No Brasil, 70% dos programas de qualidade total implantados nas empresas são abandonados no meio do caminho, porque o resultado imediato não surgiu. Esta é uma visão equivocada, porque qualidade total pressupõe qualidade de vida, qualidade do ser humano, um verdadeiro processo de quebra de paradigmas e transformação cultural, algo que demanda tempo e muito trabalho. 

Roberto Shinyashiki
 

Dicas para o sucesso

O avanço da tecnologia tem contribuído de forma decisiva para acirramento da concorrência, face à diminuição dos postos de trabalho. Em contrapartida, há uma exigência cada vez maior quanto ao nível de capacitação profissional. Quanto mais habilidades forem desenvolvidas, maior a probabilidade de manter-se no mercado e assegurar a empregabilidade. Eis as cinco habilidades principais, apresentadas por empresários e executivos campeões:
1) Velocidade: É fundamental ter velocidade, especialmente aquelas pessoas que já passaram dos 30 anos, porque no campeonato do mercado são obrigadas a enfrentar a concorrência dos jovens, extremamente ágeis e com sede de aprender;
2) Polivalência: A exigência de capacitação para o desenvolvimento de várias atividades não significa o fim da especialização, mas o início da era dos multi-especialistas. Jô Soares é um exemplo de profissional polivalente: conhecedor de várias línguas, humorista, entrevistador, pianista, enfim, um artista completo, preparado para executar diversas atividades de forma satisfatória;
3) Visão: O profissional precisa ter visão para enxergar e aproveitar as oportunidades. Não é necessário ser formado na Sorbonne para desenvolver esta habilidade, basta estar atento ao mercado, procurando identificar possíveis ameaças de concorrentes diretos ou indiretos, bem como vislumbrar momentos favoráveis para investir e crescer. O presidente norte-americano George Washington dizia que o verdadeiro líder é aquele que consegue ver a árvore dentro da semente. De fato, hoje, o maior desafio dos campeões é enxergar nas crianças, jovens e novos funcionários os gerentes e diretores de amanhã;
4) Capacidade de Realização: Para ser bem-sucedido, o profissional necessita conhecer profundamente o seu ramo de atividade e saber o que fazer nos momentos de maior dificuldade. Da mesma forma, o empresário não pode hesitar na hora de adotar as medidas necessárias para salvar sua empresa, ainda que sejam extremamente antipáticas. No caso do negócio ainda ser apenas um plano, um desejo ou um sonho, há que se lançar mão de todas as armas para concretizá-lo, mesmo que a princípio pareça impossível alcançar a meta estabelecida. Muitas pessoas alegam que não podem realizar seus desejos porque já estão velhas, mas se esquecem que um dos empresários mais bem-sucedidos do Brasil, Sr. Roberto Marinho, criou a maior rede de comunicação do País (Rede Globo) após os 60 anos;
5) Entender de Gente: Esta é uma habilidade fundamental, porque clientes, funcionários, fornecedores, chefes, todos são gente. Todos eles são seres humanos com dois botões: um para ligar e outro para desligar. Assim, se os seus clientes forem bem recebidos desde a entrada, eles se encantarão e permanecerão dando preferência aos seus serviços.
Estas cinco habilidades são complementares e cada uma delas desempenha um papel-chave na composição do perfil do profissional-campeão. Alguém que possua apenas três delas pode estar certo de que será demitido, se for funcionário, ou está para falir, se for acionista. Já uma pessoa que está há mais de seis meses disponível no mercado (desempregado) não possui pelo menos três dessas habilidades.

Roberto Shinyashiki

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Irã critica embargo da União Europeia a petróleo e adverte EUA

O Irã acusou os europeus nesta segunda-feira de travarem uma "guerra psicológica" depois que a União Europeia proibiu as importações do petróleo iraniano, juntando-se aos Estados Unidos nas novas sanções que tentam evitar que Teerã obtenha armas nucleares.
A República Islâmica, que nega que esteja tentando fabricar uma bomba atômica, menosprezou os esforços de estrangular suas exportações de petróleo, já que a Ásia faz fila para comprar o que a Europa despreza.
Alguns iranianos também renovaram as ameaças de impedir que o petróleo árabe deixe o Golfo e advertiram que podem atacar alvos norte-americanos no mundo se Washington usar força para romper qualquer bloqueio iraniano de uma rota de navegação estrategicamente vital.
No entanto, em três décadas de confronto entre Teerã e o Ocidente, a retórica belicosa e o arsenal duvidoso de sanções tornaram-se tão familiares que o preço do petróleo bruto Brent, de referência, subiu menos de 0,5 por cento, e parte disso devia-se a fatores de câmbio não relacionados.
"Se houver qualquer interrupção em relação à venda do petróleo iraniano, o Estreito de Ormuz será fechado definitivamente", disse à agência de notícias Fars Mohammad Kossari, vice-chefe do comitê de segurança nacional e de assuntos estrangeiros do Parlamento, um dia depois de navios de guerra norte-americano, francês e britânico terem navegado de volta para o Golfo.
"Se a América buscar aventuras depois do fechamento do Estreito de Ormuz, o Irã tornará o mundo inseguro para os americanos no menor tempo possível", acrescentou Kossari, referindo-se a uma promessa anterior dos EUA de usar sua frota para manter a passagem aberta.
Os Estados Unidos, que impuseram suas próprias sanções contra o banco central e o comércio de petróleo do Irã em 31 de dezembro, elogiaram a medida da UE, assim como Israel. O país advertiu que poderia atacar o Irã se as sanções não desviarem Teerã de uma rota que alguns analistas argumentam que pode dar ao Irã uma bomba nuclear já no próximo ano.


Reuters

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Fumo

03 meses que parei de fumar. Sem nenhum sacrifício, nenhuma crise de abstinência. Somente a lembrança de que um dia fumei. Neste tempo já recuperei bem o fôlego. Principalmente alguns sentidos como o olfato e o paladar. Indiscutivelmente muito melhor que quando fumava.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Banco Citicard s/a a imagem da irresponsabilidade gerando falta de credibilidade no sistema e agora quer me roubar

Cartão de crédito no Brasil é uma verdadeira agiotagem oficializada e ainda por cima encontramos no setor irresponsabilidades que deixa transparecer a falta de confiabilidade. Quitei um débito de cartão do Banco Citicard s/a em 05 de Novembro de 2011 e no dia 28 de Dezembro de 2011 o Banco Citicard S/A entrou na serviço de proteção ao crédito SCPC para inclusão de meu nome como mau pagador. Recebi essas informações por dois boletos informativos do serviço em questão no dia 04 de Janeiro de 2012. Tentei contato com o Banco Citicard S/A mas não consigo falar com o mesmo porque o sistema redireciona para a cobradora Zang, quem efetuou todos os boletos e cobrança do contrato. Acontece na Zang consta a quitação em 05 de Novembro de 2011. Procurei pelo serviço de proteção ao consumidor, PROCON, de minha cidade onde pediram a carta de quitação a qual já solicitei junto a Zang o envio da mesma para que eu possa dar andamento.
Os bancos possuem um aparato chamado sistema e como pode um informatização tão infalível não dar baixa no contrato. Entendo que isso é a falta de competencia e a irresponsabilidade do do Banco e que não está nem ai com o Cliente. Sendo o cliente causador de qualquer transtorno eles teriam tomado uma posição imediatamente.

Dia 18 de Janeiro de 2012. Enfim consegui falar com o BANCO CTICARD S/A, mas veja o que fizeram: Tiram meu nome o SCPC excluiram o débito do sistema do banco "Excluido em 13 de Janeiro 2012" Conforme informação. Mas encaminharam o débito para uma segunda terceirizada denomida "Diretriz" para efetuarem a cobrança de um documento que já está pago. O problema é que ninguém quer me dar uma carta de quitação e com isso fico debilitado para entrar na justiça. Então solicitei apoio ao Banco Central.
Hoje dia 19 de Janeiro de 2012, recebi boleto enviado pela terceirizada e cobradora em nome do CITICARD S/A me cobrando. Então de mãos desses documentos fui ao PROCON e eles encaminharam solicitação de explicações por parte do CITICARD S/A.

Hoje, dia 25 de Janeiro de 2012, recebi uma resposta ao encaminhamento dado pelo Procon, para o Banco Citicard S/A. O BANCO CITICARD S/A manda uma carta de quitação.

Qualquer encaminhamento indevido, com relação ao meu nome, daqui para frente, o caminho será entrar na justiça.

Postei aqui porque muitas pessoas possam estar passando pelo mesmo problema e portanto aconselho procurar o PROCON de sua cidade e mandar a reclamação para o Banco Central.

Donizeti

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

EUA não darão 1 dólar para salvar Europa, diz republicano

O candidato presidencial republicano Mitt Romney disse a um jornal italiano que a Europa tem de resolver a crise da dívida na zona do euro sem nenhuma ajuda dos Estados Unidos. "Os EUA têm de cuidar da própria crise, e não darão um dólar para salvar a Europa", afirmou ao jornal La Stampa.
Romney, ex-governador do Estado de Massachusetts, disse estar consciente de que um colapso na Europa teria "enorme repercussão" na economia mundial e que é do interesse dos EUA evitar isso.
"Mas não é nosso trabalho evitar isso. Os europeus têm a obrigação de resolver sua crise com os meios à sua disposição", declarou, segundo a edição desta terça-feira do La Stampa.
"Alemanha, França, Itália, todos têm os recursos para arcar com suas dívidas, resolver a crise de confiança, investir e começar a crescer novamente, e de modo ideal por meio de uma autêntica economia de mercado."
Os republicanos do Estado de Iowa iniciam nesta terça-feira a votação nas primárias partidárias para escolher seu candidato à Casa Branca na eleição de 2012. Romney, Rick Santorum e Ron Paul estão empenhados na disputa para ser os escolhidos.

Reuters

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Feliz Ano Novo de 2012

2012 Começou
É o ano da superação!
É o ano de muitas gratificações!!!