segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Irã critica embargo da União Europeia a petróleo e adverte EUA

O Irã acusou os europeus nesta segunda-feira de travarem uma "guerra psicológica" depois que a União Europeia proibiu as importações do petróleo iraniano, juntando-se aos Estados Unidos nas novas sanções que tentam evitar que Teerã obtenha armas nucleares.
A República Islâmica, que nega que esteja tentando fabricar uma bomba atômica, menosprezou os esforços de estrangular suas exportações de petróleo, já que a Ásia faz fila para comprar o que a Europa despreza.
Alguns iranianos também renovaram as ameaças de impedir que o petróleo árabe deixe o Golfo e advertiram que podem atacar alvos norte-americanos no mundo se Washington usar força para romper qualquer bloqueio iraniano de uma rota de navegação estrategicamente vital.
No entanto, em três décadas de confronto entre Teerã e o Ocidente, a retórica belicosa e o arsenal duvidoso de sanções tornaram-se tão familiares que o preço do petróleo bruto Brent, de referência, subiu menos de 0,5 por cento, e parte disso devia-se a fatores de câmbio não relacionados.
"Se houver qualquer interrupção em relação à venda do petróleo iraniano, o Estreito de Ormuz será fechado definitivamente", disse à agência de notícias Fars Mohammad Kossari, vice-chefe do comitê de segurança nacional e de assuntos estrangeiros do Parlamento, um dia depois de navios de guerra norte-americano, francês e britânico terem navegado de volta para o Golfo.
"Se a América buscar aventuras depois do fechamento do Estreito de Ormuz, o Irã tornará o mundo inseguro para os americanos no menor tempo possível", acrescentou Kossari, referindo-se a uma promessa anterior dos EUA de usar sua frota para manter a passagem aberta.
Os Estados Unidos, que impuseram suas próprias sanções contra o banco central e o comércio de petróleo do Irã em 31 de dezembro, elogiaram a medida da UE, assim como Israel. O país advertiu que poderia atacar o Irã se as sanções não desviarem Teerã de uma rota que alguns analistas argumentam que pode dar ao Irã uma bomba nuclear já no próximo ano.


Reuters

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Fumo

03 meses que parei de fumar. Sem nenhum sacrifício, nenhuma crise de abstinência. Somente a lembrança de que um dia fumei. Neste tempo já recuperei bem o fôlego. Principalmente alguns sentidos como o olfato e o paladar. Indiscutivelmente muito melhor que quando fumava.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Banco Citicard s/a a imagem da irresponsabilidade gerando falta de credibilidade no sistema e agora quer me roubar

Cartão de crédito no Brasil é uma verdadeira agiotagem oficializada e ainda por cima encontramos no setor irresponsabilidades que deixa transparecer a falta de confiabilidade. Quitei um débito de cartão do Banco Citicard s/a em 05 de Novembro de 2011 e no dia 28 de Dezembro de 2011 o Banco Citicard S/A entrou na serviço de proteção ao crédito SCPC para inclusão de meu nome como mau pagador. Recebi essas informações por dois boletos informativos do serviço em questão no dia 04 de Janeiro de 2012. Tentei contato com o Banco Citicard S/A mas não consigo falar com o mesmo porque o sistema redireciona para a cobradora Zang, quem efetuou todos os boletos e cobrança do contrato. Acontece na Zang consta a quitação em 05 de Novembro de 2011. Procurei pelo serviço de proteção ao consumidor, PROCON, de minha cidade onde pediram a carta de quitação a qual já solicitei junto a Zang o envio da mesma para que eu possa dar andamento.
Os bancos possuem um aparato chamado sistema e como pode um informatização tão infalível não dar baixa no contrato. Entendo que isso é a falta de competencia e a irresponsabilidade do do Banco e que não está nem ai com o Cliente. Sendo o cliente causador de qualquer transtorno eles teriam tomado uma posição imediatamente.

Dia 18 de Janeiro de 2012. Enfim consegui falar com o BANCO CTICARD S/A, mas veja o que fizeram: Tiram meu nome o SCPC excluiram o débito do sistema do banco "Excluido em 13 de Janeiro 2012" Conforme informação. Mas encaminharam o débito para uma segunda terceirizada denomida "Diretriz" para efetuarem a cobrança de um documento que já está pago. O problema é que ninguém quer me dar uma carta de quitação e com isso fico debilitado para entrar na justiça. Então solicitei apoio ao Banco Central.
Hoje dia 19 de Janeiro de 2012, recebi boleto enviado pela terceirizada e cobradora em nome do CITICARD S/A me cobrando. Então de mãos desses documentos fui ao PROCON e eles encaminharam solicitação de explicações por parte do CITICARD S/A.

Hoje, dia 25 de Janeiro de 2012, recebi uma resposta ao encaminhamento dado pelo Procon, para o Banco Citicard S/A. O BANCO CITICARD S/A manda uma carta de quitação.

Qualquer encaminhamento indevido, com relação ao meu nome, daqui para frente, o caminho será entrar na justiça.

Postei aqui porque muitas pessoas possam estar passando pelo mesmo problema e portanto aconselho procurar o PROCON de sua cidade e mandar a reclamação para o Banco Central.

Donizeti

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

EUA não darão 1 dólar para salvar Europa, diz republicano

O candidato presidencial republicano Mitt Romney disse a um jornal italiano que a Europa tem de resolver a crise da dívida na zona do euro sem nenhuma ajuda dos Estados Unidos. "Os EUA têm de cuidar da própria crise, e não darão um dólar para salvar a Europa", afirmou ao jornal La Stampa.
Romney, ex-governador do Estado de Massachusetts, disse estar consciente de que um colapso na Europa teria "enorme repercussão" na economia mundial e que é do interesse dos EUA evitar isso.
"Mas não é nosso trabalho evitar isso. Os europeus têm a obrigação de resolver sua crise com os meios à sua disposição", declarou, segundo a edição desta terça-feira do La Stampa.
"Alemanha, França, Itália, todos têm os recursos para arcar com suas dívidas, resolver a crise de confiança, investir e começar a crescer novamente, e de modo ideal por meio de uma autêntica economia de mercado."
Os republicanos do Estado de Iowa iniciam nesta terça-feira a votação nas primárias partidárias para escolher seu candidato à Casa Branca na eleição de 2012. Romney, Rick Santorum e Ron Paul estão empenhados na disputa para ser os escolhidos.

Reuters

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Feliz Ano Novo de 2012

2012 Começou
É o ano da superação!
É o ano de muitas gratificações!!!