sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Onde procurar as respostas

Temos muitas perguntas sem nenhuma resposta plausível para cada uma delas. As veses sentimos que um vazio nos bate ao peito, que aperta o estômago e não sabemos porque. Sem contar nas curiosidades sobre fatos que nos arremetem admiração.
Primeiro lugar que vamos buscar respostas é no céu. Olhamos para cima e pedimos para Deus que nos explique , que nos de respostas sobre nossas necessidades e angustias. Segundo, vamos atraz de cada uma religião que segundo promete a nos revelar e elucidar nossas insatisfações. Por fim: buscamos em cada canto do mundo e nos esquecemos de buscarmos as respostas em nós mesmos.
Tinha eu certos reflexos de medos, angústia e um vazia que nada prenchia. Não me digam que Jesus preenchia porque era um dos mais praticantes de grupos de jovens e comunidades da igreja. Isso amenisava quando nos sentiamos um tanto útil. Certo dia tomei a decisão de procurar uma parapsicologa na tentativa de encontrar pistas para me conhecer melhor, para me entender. Pelo perfil descrito na sessão da qual participei, sabidamente esses problemas apenas eu teria condições de resolvê-los, apenas estava procurando respostas em lugares que não me dariam as respostas necessárias. Nesse sentido me preparei e passei a ler tudo que despertasse a curiosidade de nos conhecermos a nós mesmos. Técnicas de auto-ajuda entre outros. Foi demorado mas satisfatório. Os reflexos de angustias e medos desapareceram, o vazia que sentia insensantemente não existe mais. Curei-me de uma depressão repetitiva e mais ainda larguei o vício do fumo que me acompanhou por 42 anos, sem nenhum trauma, sem nenhuma crise de abstinencia.
Hoje tenho ciência de quem sou pelo menos tenho mecanismos para suprir isso e sabidamente só quem conhece a si mesmo pode ajudar ao outro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário