quinta-feira, 11 de junho de 2015

O fim


O fim
Versão: The end
 
No final de um arco-íris
Você achará um pote de ouro
No final de uma história
você entenderá tudo que foi contado

Mas nosso amor tem um tesouro
Que nossos corações sempre poderão dispor
E tem uma história
Sem qualquer fim

No final de um rio
A água pára seu fluxo
No final de uma estrada
Não há lugar algum que você possa ir

Mas diga apenas que me ama
E que você é só minha
E nosso amor irá durar
Até o fim dos tempos

No final de um rio
A água pára seu fluxo
No final de uma estrada
Não há lugar algum que você possa ir

Mas diga apenas que me ama
E que você é só minha
E nosso amor irá durar
Até o fim dos tempos
Até o fim dos tempos
 


segunda-feira, 8 de junho de 2015

Meditação

Vejo ao longe nuvens brancas se descipando ao vento leve,
uma certeza aqui dentro do meu peito é de vê-la mais feliz.
Sigo olhando a mesma direção dos raios resplandecentes,
que me indicam um pouco de alusões.
Um flash passa pela mente incidentemente torpe,
pelas lembranças inconclusivas.
E tudo gira ao redor,
por menor que seja.
Tem seu ponto de apoio,
envolto de questionamentos,
revelando a condição de ser.

Realidade

A realidade é que nunca vamos saber ao certo a capacidade dos nossos atos. Eu piamente temia um resultado catastrófico com as coisas mal ditas, ações mal concluídas e informações truncadas. O resto é as portas da agonia.

Origens

Muito se pergunta como surgiu tudo,
na verdade sempre existiu.
O que faltava era a matéria,
e o que muitos explicam, é o que se viu.

E vamos para onde?
Para o sempre.
Pois enquanto houver inspiração,
tudo caminhará nas várias direções.

E de que somos formados?
Somos todo energia que flui como música.
Na teoria das cordas o que mais se compatibiliza.
Portanto somos musica.

E o que mantem?
a vontade.

Futuro, passado  e presente,
na mais diversas direções.

O inimaginável.

terça-feira, 2 de junho de 2015

O corpo e alma

Na noite para ser crucificado.
Ele pegou o pão (sua própria carne) partiu e deu para o seus amigos(apóstolos) dizendo.
Tomai e comei parte do meu corpo(feito em churrasco) que é dado por nósVós  para a remissão dos pecados.
E no fim da seia ele tomou o cálice e deu a seus discípulos dizendo. Tomai e bebei(vinho transfigurado da água) o vinho do meu sangue que é derramado por nósVós para a remissão dos pecados.
Fazei isso em minha memória.

Inicio

E no final
O amor se fez igual
ao amorverdadeiro que era dantes